Um poeta em sua depressão

Um poeta em sua depressão

“Estar deprimido não nos desqualifica para ser usado por Deus. Às vezes, Deus nos usa apesar de nossa depressão. Às vezes, Deus nos usa por causa de nossa depressão. Quando estiver deprimido, não se esconda da Bíblia. Corra para ela. Não se sinta condenado. Sinta-se confortado”. (Jason R. McNaughten)

Um poeta em sua depressão

Desde jovem, Hemã sofria de depressão crônica.
Conhecemos sua história por causa de um poema que escreveu (Salmo 88) e que traduz sua angustiada experiência, comum a tantas pessoas em todos os tempos.
Ele era um artista, neto, filho e irmão de artistas (1Crônicas 2.6). Escrevia. Compunha. Tocava vários instrumentos (1Crônicas 25.5). Seu trabalho foi requisitado por reis, como Davi (2Crônicas 5.12) e Salomão (1Reis 4.31).
Em seu poema, pediu que Deus o curasse da sua enfermidade.
Por causa da depressão, era um homem sem força, uma descrição perfeita para esta enfermidade, que afeta a mente e o corpo.
Em sua dor, ele se sentia desamparado por Deus e pelos amigos, que é precisamente o que sente quem está nesta triste condição emocional.
Em sua doença, não via solução para os seus problemas, que é a desesperança de todo aquele alcançado pelas garras da depressão.
Apesar de sua depressão, ele cantava e liderava um grupo de louvor, tocava instrumentos, compunha músicas e aconselhava reis.
Não sabemos se o poeta ficou curado, mas sabemos que Deus nunca se esqueceu dele e fez que seu nome ficasse na história com um bela biografia e fez também que seu poema constasse da Bíblia para inspiração de todos nós, especialmente dos que padecem de depressão.

Reproduzido do site PRAZER DA PALAVRA, de Israel Belo de Azevedo, que pode ser ser acessado em www.prazerdapalavra.com.br.

Habilidades

Postado em

05/02/2018