No mês de fevereiro, fortes chuvas assolaram a zona Oeste do Rio de Janeiro e, particularmente, a região de Guaratiba. Famílias inteiras desabrigadas, casas invadidas pelas águas, crianças sem terem onde recostar, sem o leite para consolar. A Primeira Igreja Batista de Campo Grande se mobilizou para ajudar. Seus membros trouxeram roupas, calçados, alimentos, roupas de cama, material de limpeza e higiene, a fim de socorrer as famílias atingidas nessas áreas.

 

Buscamos acessar nossas igrejas irmãs nas localidades a fim de que essa parceria garantisse que nossas doações chegassem aos

 necessitados com segurança. Estivemos, assim, conectados com a Primeira Igreja Batista do Jardim Maravilha e Magarça, locais mais atingidos pelas chuvas, que montaram um pool de igrejas receptoras das doações para a distribuição com critérios às famílias. Atendemos, também, as igrejas da Vila Mar e Piraquê.

 

 Houve uma grande adesão dos irmãos e, por isso, estamos alegres. Muitas famílias foram abençoadas. Recebemos geladeira, móveis para crianças, camas, colchonetes, alimentação, leite e mais.

 

 

 

 Neste momento, o trabalho ainda não cessou. Muitas casas precisarão de pequenos reparos, algumas famílias foram muito prejudicadas e necessitarão de um acompanhamento para as quais devemos ficar atentos.

Cremos que chorar com os que choram é um dos papéis primordiais da igreja de Jesus Cristo, aliviando o seu sofrimento, e, para tanto, que Deus nos abençoe!

 

 

 

Por Márcia di Napoli (assistente social PIBCGRJ)