A certeza completa que podemos ter

A certeza completa que podemos ter

“Na química da cruz, Deus faz com que as coisas, inclusive as ruins, trabalhem juntas, como um químico pode juntar ingredientes deletérios e nocivos por si sós para fazer um remédio que cura”. (Adrian Rogers)

Dentre as promessas que Deus faz, o apóstolo Paulo captou uma cuja morada em nossos corações tem o poder de nos capacitar para uma vida cheia de esperança:

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”.

Podemos ter CERTEZA que Deus age em nosso favor. Nós “sabemos” tanto pelo que lemos na Bíblia quanto pelo que experimentamos em nossa história pessoal.
Sabemos que a promessa é COMPLETA. Deus faz com que “todas” as coisas, inclusive as aflições, se organizem e se reorganizem para o nosso bem. É o que aprendemos com a história de José do Egito, que disse aos seus cruéis irmãos, depois de lhes saciar a fome: “Não foram vocês que me mandaram para cá, mas foi Deus” (Gênesis 45.8).
A promessa da cooperação das coisas para o nosso bem tem uma CAUSA: Deus é o fundamento da esperança. É ele quem faz. Não somos nós. Como lembrou Adrian Rogers, “Deus não está morto. Ele está vivo e bem. Ele não está doente. Ele não está fora de combate. Ele não está ultrapassado. O Deus que faz a promessa é também a causa dela”.
Deus nos faz promessas incondicionais, que nos vêm sem que nada façamos, e faz também promessas condicionais, que esperam uma atitude de nossa parte. A promessa que Paulo põe em nossos corações é condicional: é para os que “amam a Deus”. Não é automática, nem universal. Não acontece por mágica a todos, mas vem como ação de Deus exclusiva para aqueles e aquelas que o amam.
(CRÉDITO — As ideias deste BOM DIA foram sugeridas pelo pastor Adrian Rogers, em 2002.)

Reproduzido do site PRAZER DA PALAVRA, de Israel Belo de Azevedo, que pode ser ser acessado em www.prazerdapalavra.com.br.