1. REPADRONIZO MINHA MENTE

 Estes dois últimos pontos estão mudados há muito tempo. “…mas transformai-vos pela renovação da vossa mente…” Rm 12:2  A forma como você age é determinada pela forma como você pensa. A maneira como você sente é determinada pela maneira como você pensa. Se você quer mudar a maneira como você age você precisa mudar a maneira como você pensa. Estou agindo com raiva porque sinto raiva. Tenho sentimentos de raiva dentro de mim. Tenho esses sentimentos de raiva porque decido ter pensamentos de raiva. Se quero mudar um padrão habitual como administro de maneira imprópria minha raiva – mau humor, explodir, criticar, etc. – então eu preciso de algum tipo de recondicionamento mental. “…mas transformai-vos pela renovação da vossa mente…”

 Neil Warren em seu livro, encoraja pessoas a sentarem e escrever uma carta para elas mesmas falando da figura ideal de respostas para sua raiva. Pense em algo que faz você ficar com raiva e então escreva  como você gostaria de lidar com ela. Seja vívido e detalhado quanto possível. Faça isso como um compromisso de dever de casa. Escreva uma carta para você mesmo. Pense na irritação, pense na maneira como você gostaria de lidar – resolva isso antes, decida, escolha, antecipe a solução. Pergunte-se algo como: “Gosto de ficar zangado?” Quando fico zangado os resultados disso são os melhores?” “Terei os mesmo resultados se eu agir de um modo efetivo?” “Como posso ser diferente?” “O que eu gostaria de ser para reagir e dar uma resposta satisfatória nessa situação?” Smalley sugere que você escreva e leia em voz alta uma vez por semana durante seis meses – 26 vezes. Leia na presença de outra pessoa. É muito trabalho? O quanto você leva à sério o desejo de mudar seus hábitos? O quanto você leva à sério o desejo de controlar sua raiva? Se você deseja fazer isso – escreva, pegue alguns desses versículos da Bíblia e use-os na carta, de modo que isso ajude a você mudar sua vida. Na medida em que as palavras forem tomando seu pensamento, você estará sendo transformado. Na medida em que você estiver fazendo isso, você estará sendo progressivamente mudado pela transformação de sua mente. Isso vai mudar você.

 A verdade é que pessoas raivosas são pessoas inseguras. Quanto mais inseguro sou, mais as coisas me enervam. Quanto mais inseguro sou, mais descontrolado fico, mais irritado sou. Se você pegar um bebê que está chorando irritado e você der amor, carinho, segurança, aceitação e ele pára de chorar sem isso, a causa então é outra.

 Quando você entende o quanto Deus o ama e há segurança em Cristo, o quanto você é importante para Ele, sua irritabilidade vai diminuir. Isso tem mais a ver com a sua auto-imagem e o que Deus diz a seu respeito do que com o que você acha de si mesmo. Dever de casa: Leia Efésios 1 e Romanos 8 que são capítulos clássicos sobre como encontrar segurança em Cristo. Leia-os sempre e sempre. São versículos anti-raiva porque quanto mais você se sente bem com você mesmo, menos você vai se sentir mau com os outros. Você precisa ser transformado pela renovação de sua mente.

 6.PRECISO ME RELACIONAR COM S PESSOAS QUE SÃO PACIENTES

 Pessoas que administram bem a raiva. “Não se associe com quem vive de mau humor nem ande em companhia de quem facilmente se ira; do contrário você acabará imitando essa conduta e cairá em armadilha mortal.” Pv 22:24,25 (NVI) A raiva é contagiosa? Sim. Você pode ser contaminado por alguém com raiva? Certamente. Mesmo sendo uma situação em que eles fazem muito barulho e você também? Que está acontecendo? Há uma transferência de energia. É contagioso.

 O que se diz é: escolha seus amigos. Se você leva à sério mudar seu costumeiro e arraigado estilo de vida de administrar de modo não apropriado a sua raiva, então você precisa começar a ter amigos que saibam como expressar a raiva. Este é um dos benefícios da igreja. É esta a razão porque acho que devemos nos unir e nos comprometer com a família da igreja. É por isso que acho que devemos pertencer a um Pequeno Grupo. Você adquire valores positivos. O mundo todo está ensinando você a expressar sua raiva de forma errada.

 Vá para casa hoje à noite e ligue a TV, e eu lhe garanto que em todos os canais, pelo menos metade dos programas, estarão lhe mostrando como dar respostas erradas para a raiva e para a violência, o jeito errado de fazer isso. O que tudo isso ensina aos nossos filhos? Quando você fica zangado, sai atirando com uma arma, esmurra o rosto de alguém, golpeia alguém pelas costas com uma faca, berra e xinga, manipula? Você precisa do equilíbrio de todos aqueles que são exemplos nisso e a igreja é um ótimo lugar onde você encontra esses modelos. Fique perto de pessoas que lidam com a raiva do mesmo jeito que Jesus lidou. Toda raiva é aprendida. Desde que é aprendida, pode ser desaprendida. Pais, todas as vezes que explodo e perco minha calma, me torno um modelo não apropriado para meus filhos. Eles estão aprendendo. Tudo que você fizer, estará servindo de modelo, ensinando.

 James Dobson diz: “Casamentos bem sucedidos não são aqueles em que a raiva e os conflitos não existem. Mas, são aqueles em que se aprende a administrar a raiva. Quando a raiva é administrada, produz grandes casamentos.” Se você nunca teve raiva, então você é um vegetal. Deus o criou como ser humano que tem raiva.  Quero acrescentar isso: Quando a raiva é administrada produz também grandes amizades, igrejas,  liderança e realizações. Produz grandes atletas e líderes, porque a energia emocional que é direcionada para o bem, possui um grande potencial.

Estou convencido que a maioria de vocês poderia ter a maioria de suas necessidades supridas nos relacionamentos que já tiveram,  se tivessem aprendido a se comunicar corretamente com a linguagem do amor e a administrar sua raiva.  Espero que muitos maridos e esposas se comprometam a trabalharem juntos na aprendizagem dos instrumentos de lidar com a raiva num mundo que está se tornando cada vez mais violento.

 Como Jesus nos ajuda a superar o sentimento da raiva? Ele faz isso atacando a raiz do problema. Jesus fala sobre sua dor, sua frustração e medos. Ele deseja recuperar você de suas dores por oferecer Seu amor curativo. Você pode ter feridas do passado, talvez tenha sofrido abusos, Ter sido rejeitado, não amado, não aceito, talvez nunca tenha recebido aprovação de alguém que fosse importante para você. A sua dor é importante para Deus. Ele se preocupa com ela. Ele deseja acertar sua situação de dor com Seu amor de uma forma como ninguém jamais fez. Jesus quer recuperar suas frustrações com um novo nível de paz. “Minha paz lhes dou, não como o mundo a dá, minha paz – ultrapassa todo entendimento.”  Você não pode compreender isso completamente, é incrível!. Jesus Cristo quer recuperar você dos medos, inseguranças, das coisas que ameaçam você, e Ele quer fazer isso com Seu poder porque, “Pois Deus não nos deu espírito de medo, mas de poder, de amor e de equilíbrio.”

 Meu desejo é que Deus tenha falado a vocês na forma como lidar com a raiva. Espero que vocês sigam esses passos.

Carmen Pires
Psicóloga / Psicopedagoga / Consultora em Gestão de Pessoas
Grupo Qualidade de Vida / Membro da PIBCGRJ

Compartilhe: