pibfrente

A história da Primeira Igreja Batista de Campo Grande começa, inusitadamente, no bairro de Santa Cruz. Foi lá que, no ano de 1900, um grupo de irmãos da “Igreja Evangélica Baptista do Engenho de Dentro” hoje, Segunda Igreja Batista do Rio de Janeiro, iniciou um ponto de pregação do evangelho.

Durante dois anos, o trabalho foi coordenado pelo Pastor Florentino Rodrigues da Silva, que era sustentado pela Associação Batista Estrangeira. Em 1903, o missionário norte-americano Arthur Beriah Deter assumiu o trabalho e liderou a organização da igreja ocorrida no dia 18 de dezembro do mesmo ano, com quinze membros. Todos eram membros da Igreja fundadora.

Dezessete anos depois, em 1920, a igreja transferiu-se para o bairro de Campo Grande. Os poucos registros da época dizem que a transferência seria provisória, porém, Deus tinha um plano diferente e aqui está a PIBCG até hoje. Em 1922, foi comprada a propriedade da Rua Ferreira Borges, que, naquela época, numa visão futurista, já era considerada de localização estratégica, por estar no centro do bairro.


O espírito missionário foi uma herança da igreja-mãe. A PIBCG caracterizou-se por sua contínua vocação para pregar o evangelho e organizar igrejas bem estruturadas sob todos os pontos de vista: Totalmente legalizadas, auto-sustentáveis, com templos próprios, com lideranças definidas e comprometidas com a Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira.

 pibcg_senador_camara[1]